A culpa é de quem – III

Olá meus caros amigos leitores e torcedores do Mais Querido, entendo ser preciso vir nesse espaço para esclarecer alguns fatos e colocar meu ponto de vista sobre a atual fase do SPFC. Claro que não estou contente com a situação, nenhum de nós está, mas, também, entendo que ser 100% emotivo, colocar a razão de lado, ou, pior, ser massa de manobra não pode fazer parte da rotina dos São Paulinos.

Se o futebol e o SPFC são importantes, claro, são. Poder-se-ia dizer que são vitais. Mas, também, temos que destacar que eles são as coisas mais importantes das menos importantes ou ainda, as coisas menos importantes dentre as mais importantes. Se você questiona essas frases com tantos “importantes”, é porque não vive uma vida repleta, pois não há no mundo nada como a família, amigos verdadeiros, consciência tranquila e um bom emprego.

Feito esse aparte, vamos ao cerne da questão.

Já escrevi, aqui mesmo no IstoéSPFC, textos sobre nomear um ou outro culpado pela situação do clube ou, ainda, sobre os erros mortais que o clube vem praticando ao longo dos últimos anos.

Em um desses textos, escrevi:

“Então, lançando mão de um dos maiores poetas da rua, Marcelo D2, eu te perguntou: A culpa é de quem?

Diria o cantor:

O país tá uma merda e a culpa é de quem?
A culpa é de quem, eles roubam no planalto e não pensam em ninguém
Manipulam as leis e vem com papo furado”

E ainda:

“Não vou ficar calado porque está tudo errado
Políticos cruzam os braços e o país está uma merda”

De fato, não irei ficar calado.

Mas, destaco, não é porque critico Leco, Ataíde e companhia que preciso concordar com algumas pessoas da oposição.”

Certamente esse trecho demonstra, derrubando o que muitos dizem, ainda que INDIRETAMENTE, que sou “pau mandado”, “hiena” ou, ainda, “chapa branca”. Pois, estou mencionando ninguém menos que nosso presidente Leco.

Então, porque entendo que não se pode, nem deve, nomear um culpado, seja ele Ceni, Denis, Bruno, Leco, ou qualquer outro?

A resposta é simples e patente, pelo fato de que TODOS são culpados, não da mesma forma e grau, mas TODOS possuem sua parcela de culpa.

A diretoria falha, e muito, ao deixar que empresários dominem os bastidores, na contratação de nomes duvidosos e – muitas vezes – machucados, por ser amador na direção do clube e por não sustentar o que fala, nem o que promete.

Empresários são culpados, mas estão “na sua”. Isso porque, eles buscam única e exclusivamente, o lucro no futebol. Como certos blogueiros e pessoas ativas nas redes sociais, os quais deveriam formar opinião, mas usam um poderoso instrumento para tornarem-se massas de manobra.

Como disse, o empresariado visa o lucro, então, nesse ponto, a diretoria deve agir. Colocar limites e mostrar quem está no comando, o que deveria estar.

Os técnicos, coitados, talvez sejam os “menos culpados”. Assumem cada bucha. Foi assim com Ricardo Gomes, Muricy, Bauza, Osório, Jardini, Rogério Ceni, Pintado, etc.

Todos foram contratados para aliviar o sofrimento da nação de coração de cinco pontas, mas – postos em uma cruz, como se fossem Judas, sucumbiram em benefício exclusivo da diretoria.

A propósito, Leco pecou, e feio, com o Ceni. Falar que deu todas as condições para que o M1to trabalhasse é uma piada de mau gosto. Como fizeram com Osório, e não aprenderam, venderam o time do SPFC e deixaram o técnico na mão. Ceni possuía uma proposta inovadora, que seria de difícil implantação por sua natureza, mas, TUDO piorou quando a diretoria, na ânsia de recompor as contas, vendeu vários jogadores.

A culpa também é dos jogadores. Ao analisarmos, apenas o período do Ceni, grande parte das derrotas saiu de falhas individuais, Maicon, Rodrigo Caio, Renan, etc. A partir daqui, eu te pergunto: que culpa tem o técnico sobre falhas individuais?

NENHUMA.

 A diretoria e o técnico, nesse ponto, são culpados por não exigirem e cobrarem mais dos jogadores. Daqueles mesmos que se negam a voltar, a marcar, a jogar bola.Os caras ganham uma fortuna para errarem passes de meio metro?

Não podem.

Mas, não sou dono da verdade e se você pensa diferente e apoia e incentiva invasão de CT, agressão à jogador, siga em frente, mas – depois – assuma o que fez e não se esconda atrás de desculpas como “o SPFC abriu o portão”.

Não é assim que as coisas devem funcionar.

Devemos, claro, cobrar e exigir. Mas, do modo certo, tumultuar e criar “pitis” nada mais é do que chancelar atos do torcedor nutella.

A cobrança deverá sempre ser realizada, mas dentro do que é legal e razoável.

Eu uso esse espaço para elogiar, criticar e cornetar, sempre dentro do que acho plausível, mas, destaco não deixarei de apoiar o Mais Querido, o que é MUITO mais importante nesse momento.

Aurelio Mendes – @amon78

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s