O que se precisa? Mudar a filosofia e apoio

depressao

 

A vida não é fácil. Acho que pra ninguém é. Talvez seja mais fácil para alguns do que é para outros. Mas fácil, fácil não é. Todos nós temos momentos em que estamos pra baixo, em que tudo parece difícil, complicado e não se enxerga saída.

Levante a mão o ser perfeito que nunca passou por um momento assim. Esse momento pode durar alguns segundos, minutos, semanas… Meses… Depende de vários fatores: apoio familiar e de amigos, um pouquinho de sorte, o quanto você acredita (ou não) em Deus e religião etc.

E por que estou dizendo isso? Porque o mesmo acontece com seu time de futebol. Há momentos em que as coisas não encaixam, nada dá certo. O SPFC vem passando por um momento desses já faz um bom tempo…

Quando se lê e procura-se informar sobre as causas, essas são claras: diretoria incompetente, compras erradas, falta de jogadores nas posições necessárias, departamento físico muito aquém do que já foi, politicagem maior em interesses próprios do que em relação ao clube etc. etc… Causas não faltam.

Mas a situação é: o SPFC não está bem. Não temos um time bom, estamos jogando um futebol muito aquém do que poderíamos e os resultados de Rogério Ceni como técnico não são bons também. Fomos eliminados de várias competições e agora só resta do Brasileirão.

O que fazer?

Traço um paralelo: é o mesmo a fazer com alguém que se vê, que se percebe que está deprimido. A pessoa mesmo não enxerga saída. Quem está no olho do furacão, infelizmente, pouco enxerga o que fazer. Parece que a maré não vira. Então como ajudar e quem pode ajudar?

No caso do SPFC, acho que está mais do que na hora de reunir todos, comissão técnica, preparadores físicos, diretoria e colocar tudo em pratos limpos. O time é esse? Vai haver alguma contratação? Com quem realmente se pode contar? Por que inúmeros jogadores se machucam tanto e com tanta facilidade? Hora de ter uma boa conversa, mas não no sentido acusatório, querendo colocar ‘a culpa’ em alguém. A culpa é de todos. Absolutamente de todos.

Depois de uma tentativa de solucionar os problemas profissionalmente, colocando as cartas na mesa, hora da torcida apoiar. Até porque criticar, só, não adianta nada.

Hora de Rogério começar a notar que o time não está nada bem e parar com as entrevistas ‘exaltando a posse bola’, após uma eliminação. É o tipo de arrogância e falta de empatia que o torcedor não aceita.

Ajudar alguém que está em um momento complicado não é fácil. Mas não é pra isso que estamos nessa vida? Pra tentar ajudar seu próximo? De que adianta só criticar, criticar e criticar alguém que já não está bem? Ajuda isso? Eu acho que não.

Hora também da diretoria e comissão técnica se entenderem. Hora da comissão técnica também ter mais empatia com o torcedor.

E hora do torcedor parar de sentar a lenha no time, nos jogadores. Criticar quem já está pra baixo não ajuda. E no caso, o paciente deprimido aqui é o SPFC.

Hora de tentar reverter esse jogo. Antes que seja tarde.

Thaís C Paradella.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s