Em uma partida burocrática entre dois times com medo, um sobreviveu

Olá meus caros amigos leitores e torcedores do Mais Querido, hoje suportamos a primeira derrota no Brasileirão 2017, em partida realizada em Belo Horizonte, o time do Cruzeiro, sem qualquer demonstração de ser uma equipe de ponta, conseguiu achar um gol no SPFC e segurou os três pontos.

O que pesa é que fomos eliminados em 3 competições, sendo a última eliminação na semana passada. Assim, a vitória parecia uma obrigação para desligar as cornetas da torcida, não adiantou.

Em falha da defesa, mais uma entre tantas outras, o time azul aproveitou a má recomposição de marcação de Maicon, o denominado God of Zaga, para fazer a bola rolar de forma rápida e, em jogada pela esquerda, conseguir fazer um tento. Após, o Cruzeiro “segurou” o placar.

Parecia time de jogo pequeno, mas haviam dois monstros do futebol em campo. O que é algo inacreditável.

O detalhe, fica, mais uma vez, para nossa zaga, a qual falha em toda partida. O próprio Rodrigo Caio, quem para muitos é um excelente zagueiro, praticou uma falha medonha, amadora, infantil e, se não fosse o goleiro Renan, o placar teria sido mais amplo.

Digo bastante por aqui, Caio não é zagueiro para o SPFC. Se ele vai bem na seleção, é algo fora da curva, ele não é – definitivamente – um zagueiro que nos passa segurança.

As duas novidades, Militão e Marcinho foram bem. Não BEMMMMMMM, mas bem. Acima da média da equipe, ao menos no meu ponto de vista. Mesmo com a má fase e contra o adversário, os dois fizeram bem suas funções, sendo prejudicados pela falha da zaga, pois a derrota não me parece ter sido o resultado mais justo.

Cueva parece estar muito aquém daquele jogador que vinha encantando a maior parte da torcida, a qual o chamava de craque e tudo mais. Espero que essa não seja a dura realidade do jogador, que já fez muito mais e, CREIO, voltará a brilhar, sendo necessários alguns jogos para isso.

Mas, errando tecnicamente esse texto, voltarei à zaga. Essa zaga precisa de um puxão de orelha monstro. Não dá mais para falhar como vem acontecendo.

Quem já viu grandes jogadores vestindo as camisas do setor, sabe do que estou falando, nossa zaga não funciona. God of Zaga vem comendo poeira e “Ruizinho Caio” (como diria um ex colunista desse sítio) demonstra que a Nação Tricolor se precipita e supervaloriza um menino que até se esforça, mas não traz segurança.

Muitos irão culpar Ceni, mais uma vez. Claro que ele vem se atrapalhando, mas não é nosso maior problema. Não mesmo.

Aurelio Mendes – @amon78

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s