As duas faces da notícia

Art-653-Copo-cheio-ou-copo-vazio

Saudações tricolores!

O SPFC venceu o Linense, por 2×0, na primeira partida da fase decisiva do Paulista. O tricolor jogou melhor, teve mais oportunidades, mas os gols só saíram na segunda etapa. Gol contra e depois de cabeça de Pratto. O SPFC não toma gols há dois jogos e hoje se apresentou bem. Venceu o jogo, teve inúmeras outras chances de gol. Destaque da partida, diria o volante Jucilei.

Durante a semana muito se divulgou do fato do Linense ‘abrir mão’ do seu mando de campo, fazendo com que as duas partidas fossem no Morumbi. Também acompanhei o jogo do Corinthians ontem, jogo horrível por sinal, em que o chamado ‘time grande’ só ficou na retranca, mas não vi muitas notícias relatando isso. O jogo foi um dos mais chatos que acompanhei nos últimos tempos.

E o tema dessa coluna é exatamente esse: afinal, qual foi realmente a notícia? Não é de hoje que há uma enorme má vontade com o time do SPFC em termos de imprensa. Desde que Rogério Ceni assumiu o comando do time, ‘notícias’ ganham um destaque bizarro: o fato de Rogério ter deixado uma bola passar por suas mãos na beirada do campo… O fato dele não usar uniformes esportivos e preferir usar roupa social nos jogos, o fato do SPFC tomar gols (há duas partidas não toma, aí muda-se o foco, o fato de se fazer poucos gols…). E tudo isso parece que ganha muito mais destaque do que o time em si, o esquema de jogo, o que se tenta mostrar em campo.

Em relação ao Linense, li que o SPFC deveria ‘abrir mão de jogar no Morumbi, não aceitando a reversão do mando de campo’. E não foi torcedor falando isso. Então, vamos aos fatos: o Linense é um clube pequeno. Clubes pequenos (assim como os grandes também) tem uma dependência gigantesca da renda obtida nos jogos. Mas no caso de clubes pequenos essa dependência é ainda maior que nos grandes, pois os contratos de patrocinadores costumam ser menores. O Linense não poderia mandar o jogo de ida em seu estádio, pois esse não comporta o número de torcedores que a fase decisiva do Paulista exige. Ele teria que mandar o jogo fora de casa de qualquer jeito. Ele poderia ter escolhido um estádio do Interior? Sim, poderia. O clube escolheu jogar no Morumbi. O Linense, seu presidente e diretoria escolheram jogar no Morumbi. A idéia era que o jogo de hoje já desse uma rende muito boa, com grande público (lembrando que o SPFC tem se destacado demais pelo público em seus jogos). A rende seria dividida igualmente entre os clubes. Hoje o público não foi bom. Pouco mais de 15mil. Há motivos para isso. Um deles é que estamos no início de mês, muita gente não recebeu seu salário ainda (o que, na crise atual que o Brasil enfrenta, faz com que muitos tenham que ‘escolher’ quais jogos ir, não dá pra ir em todos). Acredito que a segunda partida no Morumbi terá mais que os 15mil torcedores de hoje. Infelizmente, para o Linense hoje, a renda ficou em torno de 70 mil. Certamente menos que o clube espera. Mas o que deve ser chamado atenção é que a decisão do jogo ser no Morumbi foi uma decisão que partiu do Linense, em nada do SPFC tem a ver com isso. Mas não foi esse o tom dado em muitos programas esportivos durante a semana.

Em relação ao time do SPFC, sim é um time em formação. Óbvio que é Rogério começou seu trabalho há pouco tempo. Há muito ainda que melhorar (e há espaço pra essa melhora). Mas se torcedor tem pouca paciência, muitos veículos de comunicação tem menos ainda. O fato da defesa tomar gols em muitos casos ‘ofuscou’ inúmeras vitórias do SPFC, com gols de diferença. No clássico, quando um jogador do SPFC falou algo (independentemente de eu concordar ou não com o que ele tenha dito), boa parte da mídia já disse que houve desrespeito por parte dele em relação ao time adversário…Mas quando o jogador do Corinthians falou, aí tudo bem, sem problemas, faz parte do futebol… Como assim? Porque coisas iguais ganham destaques tão diferentes?

Ontem o Corinthians jogou, nitidamente na defesa. Jogo medonho. Embora alguns bons comentaristas alertaram sobre o fato de como o jogo foi ruim (e foi mesmo!), não vi nenhum lugar alertando para o fato que o Corinthians ontem jogou na retranca. Pura e simples retranca. Por que essa notícia não foi dada? Ou esse lado da notícia não foi apontado?

O que quero dizer é que toda notícia pode ser dada de duas formas. É a história do copo meio cheio, meio vazio. O que tem se tornado incrível é a suprema má-vontade de muitos com as notícias do SPFC. Sempre há um tom pejorativo, sempre há algo negativo, mesmo quando o time joga dentro do esperado, sempre encontra-se algo pra salientar que o time não está em evolução, que deste jeito não irá chegar a lugar algum.

Ninguém sabe se o SPFC será campeão Paulista, ou da Copa do Brasil, assim como os outros times também. O que se faz em qualquer análise são suposições. Do mesmo jeito que inúmeros times, em outros campeonatos, times pequenos, solicitaram reversões de mando de campo. E ninguém ficou pedindo para o outro time ‘não aceitar’, aliás pouco, sequer se falou disso quando aconteceu com Palmeiras ou Santos. Quando outros times, por n motivos, não jogam bem e ficam na retranca, isso é pouquíssimo notado ou falado. Fico imaginando se o SPFC hoje tivesse jogado como o Corinthians ontem. Certamente as manchetes seriam outras.

Hora de começar a rever como as notícias são escritas e divulgadas. Porque nós, torcedores críticos e conscientes, estamos bem cansados das notícias terem um lado só e nunca um lado imparcial. Sempre um lado contra o SPFC. Chega.

Thaís C. Paradella.

IMG_20160403_092137

Fonte da foto: Facilidadesblog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s