Istoé entrevista: Pavão

IMG-20160818-WA0073

Hoje o Istoé SPFC tem a honra de publicar a entrevista que fizemos com o Pavão, um jogador que não teve vida longa no clube, mas que foi importante no tempo que ficou. No Mais Querido chegou a ser o melhor lateral do Brasileirão e atuou ao lado de grandes nomes. Foi dirigido por Telê Santana e que disputou posição com ninguém menos do que o Cafú.De fato, nos honrou com seu bom futebol.
IstoéSPFC: Você se destacou no SPFC apenas em 1994, tinha que ter muita paciência na carreira? Acha que isso é algo que não acontecesse mais? Por que?
Pavão: Me destaquei em 1994, pois foi o ano que tive mais oportunidades de jogar. Não era fácil como hoje, pois na minha posição tinham Cafú e Vitor.
Hoje não acontece mais isso, muitos jovens não têm o treinador que eu tive, o mestre Tele Santana.

IstoéSPFC: Você atuou na lateral direita, como era a concorrência com o Cafu?
Pavão:  Sim atuei na lateral! Disputar posição com Cafu era difícil, sabia que tinha mais talento que ele, não queria saber quem estava na minha frente, sempre treinando 100% todos os dias. Se eu tivesse a força física dele, eu estaria na seleção até hoje. (rsrs)

 

IstoéSPFC: Qual o motivo de sua saída do SPFC, em 1995, visto que no ano anterior você tinha sido eleito o melhor lateral-direito do Brasileiro?
Pavão: Fui emprestado logo, pois Telê Santana  queria que eu pegasse mais experiência. Meu primeiro empréstimo foi para o Botafogo de Ribeirão Preto, cheguei lá ganhando a chuteira de Prata também, do melhor jogador do ano.  Assim segui disputando posições e sendo emprestado para outros clubes também.

IstoéSPFC: Para mim, uma das maiores decepções com o SPFC foi a derrota por 4 a 1 para o Inter de Limeira. Você fez nosso gol de honra, me lembro como se fosse hoje. O que tem para falar sobre aquela partida?

Pavão: Então, essa derrota não era esperada mesmo! A Inter de Limeira tinha um baita time também! Mas, para mim foi importante, fiz o gol na minha estreia e dali para frente fui mais reconhecido e mais valorizado.  Uma derrota ruim que veio para o bem !!! (rsrs) Fora o prazer enorme de ter estreado jogando ao lado de Cafu. Muller. Zetti. Raí e outros.

Istoé SPFC: Foi exatamente essa impressão que tive, para você foi um jogo importante.

IstoéSPFC: Você jogou no Austria Lustenau, como foi esse experiência?
Pavão: Fui para Áustria Lustenau jogar na neve! País  maravilhoso, mas de pouca expressão. Foi uma experiencia boa aprendi a língua Alemã, conheci pessoas e lugares fantásticos, sendo também a contratação mais cara do futebol Austríaco. Não escondo que tomei um golpe de um empresário que não levou para lá Paulo Romualdo!

Mas, prefiro lembrar de coisas boas, rs…..

IstoéSPFC: Nos conte um pouco sobre sua relação com o André Luiz.
Pavão: André Luiz começamos juntos a brincar de jogar futebol na rua, depois no Pequeninos do Jockey e assim fomos crescendo juntos no futebol, até jogarmos juntos também no SPFC.  Realizamos nossos sonhos juntos. Hoje continuamos com nossas famílias, filhos na mesma amizade. O cara é fantástico, sem palavras!

André  jogava muito!

Meu irmão sempre !!!

IstoéSPFC: Qual foi sua maior referência no futebol?
Pavão: Minha maior referência no futebol foi ter realizado sonho de jogar no SPFC, com grandes ídolos , conquistado a bola de Prata da revista placar, como melhor jogador do campeonato Brasileiro de 1994, Ter tido Telê Santana como treinador. Bom várias coisas vindas do futebol.

IstoéSPFC: Há muita diferença entre o futebol atual e o dos anos 90?
Pavão: Sim. Há muita diferença entre o futebol da minha época e de agora. É  só assistir uma partida de Master do SPFC ou o Showbol que  você vai ver a diferença. Hoje o nível caiu muito, por isso só tem 1 Neymar,  na nossa época tinham vários “Neymar”  (risos)

IstoéSPFC: Há explicação para a carência da posição hoje?
Pavão: A carência do futebol hoje, talvez seja que não existe mais o trabalho de base igual na nossa época. E nem treinadores como Telê Santana, Valdir de Moraes e outros

IstoéSPFC: Quais seus planos para o futuro?
Pavão: Meus planos para o futuro: ter uma escolinha com meu nome e passar tudo o que Telê Santana me ensinou para esses novos futuros jogadores. Gosto muito também de ajudar comunidades com algo sempre que posso.  também penso,  às vezes em uma ONG.

IstoéSPFC: Deixe um recado para nossos leitores
Pavão: Para os leitores do Istoé SPFC quero que saibam que dei o meu melhor no SPFC e agradeço a torcida e carinho que tiveram comigo até hoje! Me considero um ex jogador querido pelo SPFC até hoje, graças a Deus e a vocês !!!

Grande Abraço a todos,  “é nois”.  Tricolor sempre ! … Pavão

cabeçalho Amon

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s