A nova cara do São Paulo

O torcedor não teve muita folga após a eliminação da Libertadores. Logo fomos obrigados a conviver com apreensivos dias entre desmanche no elenco e incertezas nas contratações. Calleri, Kardec e Ganso deram adeus ao Morumbi e deixarão saudades, apesar de não terem feito história pela ausência de títulos conquistados. Entre pressões do técnico e dificuldades financeiras para apresentar boas propostas, coube à Diretoria tricolor alguns malabarismos para finalmente definir o São Paulo do segundo semestre de 2016.

Além da permanência do zagueiro Maicon, o São Paulo fechou com os gringos Cueva, Chávez e Buffarini, além de acertar com o atacante Gilberto e o zagueiro Douglas. Chama a atenção do torcedor a dificuldade que o clube tem para acertar contratos de médio e longo prazo. Graças a ele ainda teremos a “novela Kelvin”, prevista para o fim do ano. É certo que Maicon e Cueva, estes contratados por um período razoável, serão a cara do São Paulo nos próximos anos.

É possível que ainda tenhamos fortes emoções nos próximos dias. Bauza tem sido assediado pela AFA e pode deixar o Maior do Mundo para defender as cores do seu país. Longe dessa torcedora julgar essa escolha, todo técnico sonha em treinar a sua seleção e a saída seria a escolha natural. Se acontecer, é muito provável que o restante do ano seja perdido de vez, já que um novo comando surgirá e precisará de tempo para implantar uma filosofia de trabalho. Tudo o que não queremos e retornar àquela época de testes e erros nas escolhas do comando tricolor.

o-tecnico-edgardo-bauza-durante-treino-do-sao-paulo-1469130128934_615x300

Analisando o elenco atual e sonhando com a permanência do Kelvin em 2017, é provável que tenhamos um time no mínimo interessante. Considerando o momento financeiro, e esquecendo por um momento os contratos de curto prazo, as contratações foram equilibradas. Buffarini é conhecido pela solidez na defesa, e traz junto com Mena e Maicon uma segurança nesse aspecto que há tempos era pretendido pelo Bauza. Ao mesmo tempo me pareceu pelos vídeos que analisei um jogador aguerrido, rápido, liso e que chuta ao gol.

Chávez não possui uma média boa na temporada e amargava a reserva no Boca Juniors, mas era banco do Tevez, então vamos aliviar. Ele fez dupla com Calleri por um tempo e se mostra pelos vídeos um jogador rápido, habilidoso, chuta bem e dá combate na saída de bola. Junto com Kelvin, Michel e Cueva é provável que vejamos um ataque rápido e com mais tentativas de chute a gol, uma falha atual.

A chegada do Douglas ainda é um grande ponto de interrogação, assim como era a chegada do Maicon, que deu muito certo. Vamos torcer para que a Diretoria acerte novamente e ele nos surpreenda. Ainda assim, me incomoda esse conformismo do torcedor com a reserva do Lugano. Ídolo e com qualidades inquestionáveis, ele merece um trabalho direcionado para que renda como os demais e assuma a vaga titular. Temos diversos exemplos de zagueiros que fizeram história jogando com idade mais avançada. Gosto muito de vê-lo em campo.

lugano3

Vamos aguardar os próximos dias torcendo pela permanência do Bauza, que tem feito um bom trabalho e merece confiança. Vamos apoiar a Diretoria confiando no planejamento de recuperação financeira do clube, que parece estar dando certo. mas é preciso deixar claro que, se tratando de elenco, precisamos de um planejamento de longo prazo. Contratos longos e tempo de trabalho. O torcedor precisa conhecer e se habituar com a cara do São Paulo.

Isabelle Guerini – torcedora apaixonada

cabeçalho isa

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s