Respira. Inspira. Não pira!

 Já esperávamos que o duelo de ontem contra o Atlético Nacional fosse ser difícil. Apesar disso, a esperança ainda permanecia acesa em nossos corações. O caminho que trilhamos ao longo desses jogos até enfrentar o time com a melhor campanha do Libertadores foi árduo. Começamos o campeonato  com um São Paulo extremamente desacreditado, praticamente sem time, desmotivado, começando a se reorganizar da bagunça administrativa que culminou na nossa pior crise interna.

Quando Bauza começou a comandar nossa equipe, olhamos com desconfiança, mas aos poucos ele foi mostrando que conseguia desenvolver um bom trabalho com nossos jogadores, principalmente no quesito raça, que estava em falta há tempos no tricolor. Ele foi o responsável por fazer Ganso voltar a brilhar. Pegou um time e formou uma equipe com o que tinha em mãos e sem recurso algum para comprar novas peças. Os jogadores que foram emprestados ao São Paulo fizeram a diferença nessa trajetória. Calleri, Maicon (que agora é nosso), Kelvin foram peças importantíssimas para a nossa classificação. Todos contratos curtos, dentro das possibilidades.

jogadores-do-sao-paulo-reclamam-de-penalti-nao-marcado-contra-o-atletico-nacional-1468462483341_956x500

Crescemos muito durante esse tempo e é uma pena nos despedirmos da Libertadores com um jogo como o de ontem. Não estou aqui desmerecendo time algum, muito pelo contrário. O Atlético mereceu a classificação pois foi superior tecnicamente ao tricolor nas duas partidas, com um time bem entrosado, com passes de qualidade, rápidos e uma marcação que dificultou muito nossa vida. Qualidades de um time que vinha sendo planejado desde a Era Osório em terras colombianas. O que mais me incomoda em relação a eliminação é sofrer em mão de arbitragem, ficamos de mãos atadas. O árbitro do jogo de ontem foi uma vergonha. Fraco, sem critério algum, deixou de marcar um pênalti claro em favor do tricolor, que sim poderia ter mudado a cara da partida. Sem contar nas expulsões no fim sem nexo algum. Não somos o primeiro nem o último time a sair prejudicado em uma partida por causa da arbitragem, mas algo deveria ser feito para aumentar a qualidade de quem apita o jogo.

É claro que não podemos deixar a despedida da Libertadores nos abalar, temos que sair com a cabeça erguida pelo bom trabalho feito até o momento. Hoje somos um time  de guerreiros que não desiste diante das adversidades e luta até o fim. Considero uma campanha vitoriosa, especialmente pelas condições iniciais do São Paulo no ano. Tendo em vista a recepção calorosa que os jogadores receberam no retorno a São Paulo, muitos torcedores pensam da mesma maneira. Mostra que estamos no caminho certo, e devemos continuar apostando na filosofia de trabalho e administração que vem sendo posta em prática. Agora é nos concentrarmos no Brasileiro para que no ano que vem possamos conquistar as Américas.

Isabelle Guerini – Torcedora Apaixonada

cabeçalho isa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s