O Avião No Rumo Certo

Opa, São-Paulinos de fé, tricolores de alma, sangue e coração, não é que já estava com saudades de vocês. Agradeço demais a recepção dos meus textos, ideias e postura. A repercussão da minha última coluna foi enorme, repercutindo inclusive em blogs, grupos importantes e dentro do nosso amado São Paulo Futebol Clube.

Essa repercussão positiva possibilitou-me ser convidado para ir ao CCT da Lapa (para muitos Barra Funda) ouvir e discutir (no melhor sentido da palavra) sobre a gestão do futebol do Clube. Estavam, além de mim, Daniel Perrone, o Bandana, o Ricardo Leite e o Vinicius Ramalho. Fomos muito bem recebidos pela Juliana Poggi, Juca Pacheco e Gustavo Vieira de Oliveira, nosso diretor executivo de futebol. Participou também do debate o figuraça do Luciano Chuquer.

Vou tentar passar pra vocês, em linhas gerais, o que entendi desse encontro e de como funciona a estrutura do futebol do São Paulo e as mudanças então promovidas.

Gustavo, quando foi convidado pelo Leco para assumir a posição de Diretor Executivo de Futebol do clube, apresentou-lhe um plano de trabalho baseado em alguns pilares, dentre eles, os mais importantes são:

  • Fortalecimento do Coletivo
  • Fortalecimento e Integração da base
  • Comunicação Total
  • Estabelecimento de um sistema organizado de jogo
  • Departamento consolidador de todas as informações dos atletas
  • Comissão técnica fixa

Vou discorrer um pouco e contextualizar um pouco sobre eles:

  • Fortalecimento do Coletivo: Quebra uma política centralizadora de poder, histórica durante bom tempo no clube. Permite decisões compartilhadas, opiniões diferentes, debates para o risco de uma decisão equivocada diminua.
  • Fortalecimento e Integração da base: à Aos que não sabem, há ainda uma diferença de R$ 60.000.000,00 por ano em contratos de contratos com a televisão (essa diferença cairá a partir do próximo contrato) e, para o clube, o caminho para tirar essa diferença são jogadores formados em casa. Hoje, duas vezes por semana, os atletas de Cotia treinam na Lapa. Não há mais rivalidade entre o grupo de Cotia e o da Barra Funda. Ocorre também de o time profissional treinar em Cotia, mais esporadicamente. A intenção é ambientar os atletas que chegarão de Cotia ao ambiente do CT. Uma revisão importantíssima de uma decisão equivocada do passado foi corrigida pelo Gustavo: qualquer jogador que saísse de Cotia, rumo ao profissional, recebia luvas de R$ 300.000,00 e um salário de R$ 40.000,00 com 5 anos de contrato. Fazendo as contas: O São Paulo se compromissava com um atleta, independente da sua utilização ou não, com R$ 2.700.000,00 (sem incluir correções) gastos em 5 anos. Gustavo mudou radicalmente isso, desde o início do ano as condições são: Zero reais pagos de luvas, salários que variam de 7 a R$ 10.000,00 e cinco anos de contrato. Calculando pelo salário médio (R$ 8.500,00) temos: R$ 510.000,00 pelos 5 anos de contrato. Só essa decisão gerou ao clube uma economia, por atleta de R$ 2.190.000,00. Calcula-se que em um ano, a economia gerada é de R$ 40.000.000,00. Além dessa economia direta, caso o jogador não dê certo, ele pode ser emprestado para times da série B que conseguem pagar 100% dos vencimentos do atleta. Além de diminuir os custos, amplia-se o mercado do jogador. Outro fator importante, que com o mercado da série B aberto, o jogador pode desempenhar melhor em um ambiente de menor pressão e “estourar” um pouco mais tarde, com 22 anos, por exemplo, sendo reabsorvido pelo São Paulo. Importante ressaltar que, caso o jogador que foi absorvido pelo time principal, jogue 10 vezes no ano, ele tem um gatilho de R$ 10.000,00 no seu salário. Caso jogue 20 vezes, recebe mais um gatilho de R$ 10.000,00. Percebam que o conceito de meritocracia foi instalado, tendo agora que o garoto que vem de Cotia (antes chamado de Resort) vai ter que ralar e desempenhar para ganhar melhor, antes, garantido independente do rendimento.
  • Comunicação Total: As mensagens que devem ser passadas, principalmente aos atletas, são realizadas por todos que interagem com eles. A intenção é firmar a importância das informações e garantir a recepção das mesmas.
  • Estabelecimento de um sistema organizado de jogo: Está aqui mais uma decisão fundamental que influencia toda a cadeia de formação do atleta. A intenção aqui é estabelecer o “Modo São Paulo de jogar”, guardadas as devidas proporções, mas vale como exemplo, é o que faz o Barcelona. Isso facilitará a formação do atleta, que será preparado, desde cedo a realizar funções que são executadas no futebol profissional. O ambiente passa a ser “padronizado” e ninguém mais cairá de paraquedas no CCT da Lapa.
  • Departamento consolidador de todas as informações dos atletas: Essa coordenação é responsável por consolidar as informações dos atletas, sejam elas físicas, médicas, fisiológicas, fisioterápicas, indicadores de desempenho (passes certos, chutes certos, quilômetros percorridos, passes errados, roubadas de bola, massa musculas, percentual de gordura, risco de lesão, etc, etc e etc). O São Paulo entrevistou 15 profissionais para escolher o seu preferido, no caso Renê Weber. Renê é o chefe do Bauza. É para ele que Paton responde, mas mais do que isso é Renê quem municia Paton de informações para que ele tome todas as suas decisões, sem qualquer tipo de interferência.
  • Comissão técnica fixa: Retomada e fortalecimento de um conceito já utilizado em outrora com funcionários pertencendo ao clube e sendo mantido, independente da mudança de treinador. A intenção aqui é guardar e resguardar as informações, histórico, etc. Aqui entra Pintado, que responde para o Paton e também presta conta, matricialmente, ao Renê. Pintado interage com os atletas, faz trabalhos individuais, municiado também pelas informações levantadas pela coordenação técnica. É instruído a agir também pelo Paton, coopera com ele no dia e atua seguindo e segundo suas necessidades.

Montei um organograma, da minha cabeça, daquilo que entendi, funcionar o departamento de futebol do São Paulo Futebol Clube. Não é o desenho oficial, longe disso. É um esboço que tracei da estrutura a mim descrita.

Organograma

A intenção do São Paulo com esse modelo de gestão é não depender de técnicos medalhões, aqueles que custam muito caro e que querem tomar conta de tudo. Esse projeto foi apresentado ao Paton, para que o mesmo entendesse o contexto no qual ele seria colocado e se ele estaria disposto a se encaixar nesse modelo. Ainda bem que Paton decidiu positivamente, já, para mim, para que esse modelo fosse implantado, a figura de Edgardo Bauza seria fundamental, exatamente por sua organização tática. A intenção do São Paulo é ter sempre o controle em suas mãos, inclusive do vestiário. É respaldar ao máximo o técnico com o máximo de informações e deixa-lo trabalhar. Entendo que estamos no caminho certo.

Negociação do Maicon

A história é longa, mas durante quase 60 dias Gustavo trabalhou arduamente para transformar o São Paulo no único comprador possível do jogador. Durante esse tempo foi duas vezes a Portugal e voltou as duas sem abrir qualquer tipo de negociação pois a mensagem do Porto foi clara: Queremos o jogador de volta. Gustavo entendeu que se abrisse a negociação naquele momento demonstraria ao clube Português que queria demais o jogar e encareceria o negócio. O Porto, por algumas vezes, blefou em termos de propostas, estando Gustavo municiado de informações, e sangue frio para não demonstrar interesse, refutado qualquer aceite em blefe. A história curiosa fica para a terceira ida de Gustavo para Portugal, essa que culminou com a contratação do nosso zagueiraço. O jogador que os Portugueses queriam era David Neres, e, esse, em hipótese alguma, seria cedido pelo tricolor. Em um momento da conversa, com a insistência dos Portugueses por Neres, Gustavo chegou a bater na mesa e levantar a mão para pedir a conta do jantar e encerrar o negócio. Pela reação corporal dos Portugueses, Gustavo, ainda com a mão levantada, pediu só uma água e continuou o negócio. Contratar um jogador é uma arte, assim definiu Gustavo. Ainda mais com recursos escassos. Gustavo, então, é um artista…

Ganso

Paulo Henrique Ganso nunca negou seu desejo de jogar na Europa. Aliás, na sua carreira esse deveria ser o percurso natural. Ciente do interesse do Sevilla, dirigido por ninguém mais que Sampaolli, Ganso sinalizou ao clube, que em sendo um negócio bom para todos, gostaria de realizar seu sonho. Ganso não força a barra para ir embora, ao contrário, se dedica ao máximo para o seu tratamento, pois quer ganhar a Libertadores para o tricolor. Vai com Tudo, Maestro! As duas coisas te esperam, a Libertadores e a Europa.

Jogo de Hoje – Semifinal da Libertadores da América

Você que vai ao Morumbi hoje, leve o seu melhor. Vá com sua melhor energia. Vá para ser o melhor jogador do time. Vá com os pulmões limpos, vá entorpecido de São Paulo Futebol Clube. Carregue consigo o Rogério Ceni, o Gol Do Raí contra o Barcelona, o Gol do Muller contra o Milan, o Gol do Mineiro contra o Liverpool. Leve com você, cravado na sua alma, a história do clube, da camisa mais pesada do futebol brasileiro, aquela que entorta varal, que faz o adversário tremer. Transforme-se no maior megafone possível, numa caixa de som, que só propagará vibrações positivas. Vá e jogue junto, são-paulino. A diferença hoje é você quem vai fazer.

É isso, tricolor. Espero que tenham gostado. Há mudanças importantes no clube, para melhor, sem dúvida. Erros acontecem e acontecerão. O importante é trabalhar certo para que o errado ocorra cada vez menos vezes. Quero sua opinião, aliás, faço questão dela. Vamos debater. Uma tema como esse gera muitas perguntas e gostaria de saber se posso respondê-las. Siga-me lá no twitter, você é muito bem-vindo. Meu Twitter? @guna004

Um beijo para as meninas e um abraço para os rapazes.

Guna_Rodapé.jpg-large

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s