Por que tudo é assim?

imprensa-noticias

Saudações tricolores!

Hoje gostaria de conversar com você, são-paulino como eu, sobre as razões pelas quais algumas coisas são como são. Você tricolor já deve ter notado que muitas vezes uma mesma notícia é divulgada de forma diferente, dependendo do clube que a envolve. O melhor exemplo disso foi o acidente que ocorreu no Morumbi na última quarta-feira.

O jogo foi tenso, o Atlético bateu tudo que podia (e não podia), não teve jogadores expulsos (deveria ter tido), o SPFC saiu com 1×0 no placar, gol de Michel Bastos e pode conseguir a vaga lá em MG, do mesmo jeito que o Atlético pode também ganhar. Os fatos são esses. No meio do jogo, as grades do guarda-corpo de um dos camarotes cederam e alguns torcedores caíram e se machucaram. Graças a Deus nada muito grave. Os torcedores foram levados à hospitais. No próprio gramado alguns jogadores do SPFC foram socorrer tais torcedores. Leonardo Silva do Atlético ‘reclamou’ que o jogo estava parado para socorrer os torcedores (melhor nem comentar esse absurdo…). Os fatos foram esses.

Estranhamente em muitos portais não vimos as notícias assim. Vimos uma atenção excessiva ao acidente, relatando que o Morumbi passou recentemente por uma reforma do gramado e isso não foi visto? Como era possível isso? Que o Morumbi já era um estádio velho e isso não acontece com as arenas mais modernas…

Santa ignorância. Acidente semelhante ocorreu na arena do Grêmio, bem mais ‘nova’ que o Morumbi, fato estranhamente esquecido por alguns portais de notícias. Claro que não estou relevando o acidente, óbvio que as causas tem que ser investigadas, culpados punidos e as reformas necessárias feitas. A segurança do torcedor tem que vir em primeiro lugar. Mas chega a ser ridículo como alguns (vários, na verdade) setores da imprensa perseguem o SPFC.

Se o SPFC chegou até onde chegou na Libertadores, é ‘sorte’. O Atlético é sempre favorito. E foi assim desde o início da competição, já que para esses portais e canais, os grandes favoritos eram Corinthians e Palmeiras (que estranhamente já foram eliminados).

Se o SPFC é o maior vencedor do país em termos de títulos (fato incontestável, até porque nossos seis títulos brasileiros não tem asterisco e nossos três mundiais foram precedidos por 3 Libertadores), a imprensa tem que achar alguma razão para diminuir os feitos são-paulinos. Aí entra ‘torcida modinha’, enquanto outras são ‘fiéis’, entra ‘Morumbi velho’, entra ‘torcida elitista’, enquanto as outras são ‘torcidas que representam o povo’, etc. etc… Já repararam como é exatamente assim?

Uma vez li que o que acontece no Brasil de hoje reflete um pouco nisso: a tendência ao esquerdismo do jornalismo no Brasil é notória. Basta ver como alguns jornalistas se comportaram em relação ao impeachment da ex-presidente Dilma, alegando ‘golpe’, ‘atentado à democracia’ e outros argumentos injustificáveis (pra não dizer ridículos), esquecendo-se que o impeachment é constitucional e foi pedido pelo mesmo partido dos trabalhadores contra Collor, Itamar, FHC, etc. Ou seja, é muita burrice alegar tais argumentos. No quesito esquerdismo, o time que ganhou estádio do governo tem um espaço gigante na mídia, nos programas esportivos de maneira geral. Esse time, de acordo com tais jornalistas, representa ‘o povo’. O SPFC representa o que a direita representa no país para esses jornalistas esquerdistas: um time que não depende do governo, elitista, que tem estádio pago. Ou seja, exatamente o oposto do que eles pregam em relação ao time que eles defendem. Basta notar a quantidade interminável de propagandas de agências governamentais e bancos públicos em emissores nitidamente conhecidas por defender o time do governo. Está tudo interligado.

E como o são-paulino pode se defender disso? Simples, não dando audiência a esses portais e emissoras. Assista o jogo em outro canal, busque informações de portais idôneos e não dê atenção ou ibope a jornalistas esquerdistas no Twitter. À medida que o torcedor fizer isso, a audiência desse pessoal todo cai. E aí, vai se começar a notar que na hora da Libertadores, na hora da audiência, não se pode ignorar o SPFC, afinal somos o clube com maior tradição em Libertadores, para desespero do jornalismo esquerdista no Brasil.

Thaís C Paradella

IMG_20160403_092137

 

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Por que tudo é assim?

  1. Boa tarde Thais.
    Texto polêmico, mas não menos belo, bem redigido e correto.
    Concordo com você.
    #VamosParaCima que a batalha é longa, continue sempre assim.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s