Em verdadeira batalha, o SPFC supera o Galo e consegue vantagem

Ganso do Sao Paulo x Atletico Mineiro, Libertadores 2016, est Morumbi, Sao Paulo SP, 11/05/2016, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Ganso do Sao Paulo x Atletico Mineiro, Libertadores 2016, est Morumbi, Sao Paulo SP, 11/05/2016, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O SPFC fez hoje uma partida bem jogada, onde a tônica do jogo era o truncamento. O SPFC, embora não tenha conseguido um placar elástico, estava bem postado taticamente e realizou uma bela partida, com muita pegada, dedicação e doação.

Bauza conseguiu impor sua metodologia, aquela pautada na vitória, ainda que seja por “meio a zero” em casa, para buscar o empate fora de casa. Haja coração amigos.

O primeiro tempo foi bem característico do que seria a partida na totalidade, com muitas faltas e cartões amarelos, a partida exigiu uma conduta incisiva da arbitragem. Tanto que houve empurra-empurra, catimba, agressão de Marcos Rocha a Kelvin e três cartões amarelos antes dos cinco minutos.

Ganso ainda tomou um sopapo na cara, como mostra a imagem acima, que falta fez Luis Fabiano nesse quesito.

O segundo tempo foi um pouco mais solto, com melhor posse de bola do Tricolor que queria e buscava o gol, porém não conseguia impor um jogo incisivo como esperávamos, fazendo o suficiente na visão tática de Bauza. Deu certo.

Porém, embora a descrição tenha sido de jogo pegado, o que não deixa de ser verdade, o bom futebol também esteve em campo, não aquele cheio de dribles e toques magistrais, mas o futebol bem jogado, aguerrido, de Libertadores.

Robinho, que muito fala, saiu da partida por não ter possibilidade de continuar, por seu turno o Tricolor perdeu Maicon, que saiu com suspeita de lesão, para a entrada de Dio5, que se mostrou nitidamente fora de ritmo de jogo, embora tenha o respeito irretorquível da torcida.

O Tricolor fez o único gol da partida, após cobrança de falta de Wesley, Michel Bastos, de cabeça, colocou a redonda para dentro, em jogada que, se fosse do lado oposto, certamente geraria cornetagem para cima do Denis, “mas o goleiro do Galo pode”.

Bem da verdade, os goleiros praticamente não tiveram participações decisivas na partida, demonstrando que nenhuma das equipes quis se arriscar tanto.

Rodrigo Caio já pode deixar de ser “jogador de condomínio” e se arriscar pelas ruas da cidade, para esfolar o tampão do dedão no asfalto. Ele merece. Jogou bem, mostrou gana e dedicação. Boa garoto, merece um pirocóptero.

Maicon, Thiago Mendes e Ganso foram essenciais, embora não tenham aparecido como queríamos, desempenharam uma partida tática muito boa.

Por seu turno, os laterais ainda precisam melhorar, Mena salvou um jogada de quase gol em uma troca de passes rápida do Galo e Bruno também correu, mas mostrou algumas falhas que podem e devem ser corrigidas.

O placar pode dar a impressão de que o jogo foi morno, chato, mas não foi. Ocorreu que duas equipes taticamente bem postadas entraram em campo com a intenção de não se expor, esperando erros do adversário. Sorte nossa.

O fato triste da partida foi o rompimento da grade de proteção de uma das numeradas do estádio, no primeiro anel, o que causou a queda de aproximadamente 0 torcedores no gramado. Após o fato, Wesley e Ganso chegaram a carregar uma das torcedoras que se acidentou. Policiais e ambulâncias entraram em ação. Embora triste, parece que ninguém ficou gravemente ferido, a exceção de um torcedor que faturou um braço.

A partida demonstrou o espírito da Libertadores e “vamos para cima”, como nos ensinou Alexandre Camargo, porque a taça será nossa.

Aurelio Mendes – amon78

cabeçalho Amon

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s