O que mudou no São Paulo?

xtoluca

Provavelmente isso seja algo que muitos escutam e poucos conseguem explicar: O que mudou no Tricolor? Diretoria? Elenco? Técnico? Torcida? Quais são os pontos que fizeram o São Paulo sair de desacreditado para goleador da Libertadores, tendo o melhor ataque da competição?

  • Presidente.

Após a saída de Aidar, Leco assumiu e eu posso dizer que até então é a melhor gestão. Assim como Juvenal e diferente de Aidar, Leco sabe que para ter um time campeão, não necessita de jogadores caros, mas necessita que a frase “um por todos e todos por um” não seja apenas da boca para fora. O presidente então, começou a ser mais presente nos jogos, nos treinos e passou confiança para os jogadores, fazendo com que o time se tornasse realmente um time.

  • Técnico

Não podemos negar que nos primeiros jogos duvidamos – e muito – da capacidade de Edgardo Bauza, entretanto o técnico vem nos conquistando cada vez mais. Bauza tem seu jeito diferente de agir e de treinar, mas é o jeito de campeão. Vemos com o passar do tempo as mudanças ocorridas na tática do time, além de que vemos também que é um técnico que faz o que tem que fazer. Querem um exemplo? Bauza em nenhum momento “queimou” Reinaldo ou Lucão, porém ele, assim como nós, sabíamos que são jogadores que não possuem potencial para jogar no São Paulo. Assim, Reinaldo foi emprestado para a Ponte Preta, algo que foi comunicado pela imprensa, mas ninguém disse muito sobre. Já Lucão é banco e há quem diga que o São Paulo está tentando o negociar. Outro ponto também foi a persistência em Centúrion, o que fez nós o xingar muito. Com certeza o fato do argentino ter sido comprado por um sócio-torcedor fazia com que Bauza fosse “obrigado” a escalá-lo, mesmo assim, o técnico argentino conseguiu fazer com que o futebol de Centúrion voltasse a ser como era antes.

  • Elenco

O elenco do São Paulo é praticamente o mesmo de 2015, porém com pontos cruciais que foram a aposentadoria de Ceni e a saída de Luis Fabiano. As caras “novas” importantes no time são Lugano, Maicon, Mena e Kelvin. Importantes no sentido de força de vontade. Com a chegada de Maicon e principalmente Lugano, o vestiário passou a ter líderes, eles são os caras que passam força de vontade para os jogadores, mostrando o quão importante e o peso que é vestir a camisa do São Paulo.

  • Comportamento

A mudança no comportamento dos jogadores é algo que ficou claro principalmente na última partida. Jogadores que vinham sendo xingados pela torcida mostraram raça e vontade de vencer, algo que não se via há muito tempo no São Paulo. Além dos nomes citados ultimamente como Ganso, Michel Bastos, Centúrion e Thiago Mendes, outros que mostraram muito essa mudança foram Wesley e Hudson.

  • Torcida

Quando o time corresponde em campo, a torcida vai junto. São Paulo estava deixando muito a desejar, assim a torcida também estava. A partir do momento que o Tricolor mostrou em campo como realmente se joga futebol, a torcida mostrou para todos como se apoia um time. A torcida são-paulina é conhecida por receber o ônibus da delegação Tricolor no Morumbi em dias de jogos, e foi assim que fechou as ruas em volta do estádio nos jogos contra o River (13/04) e contra o Toluca (28/04). O público foi de 51.342 contra o River, e quebrando o próprio recorde de público foram 53.241 contra o Toluca.

cabeçalho millen

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s