Tabu em clássicos irrita, mas não desista.

FullSizeRender (4)

Após uma boa partida na Libertadores contra o River, São Paulo foi com time misto contra o Palmeiras. Completamente compreensível, já que também pela Libertadores há o jogo contra o Trujillanos quarta-feira na Venezuela, exigindo que o Tricolor viaje já nessa segunda. Logo, o fato da escolha do time feita pelo Bauza é totalmente válida.

São Paulo comandou todo 1º tempo e até metade do 2º. Daniel que foi – finalmente – utilizado pelo técnico, foi muito bem. Fez a função de Ganso, entretanto a diferença entre eles é que Ganso é mais “lento”, já Daniel é jogador para armar jogadas e principalmente contra-ataques, assim necessita de jogadores de velocidade junto com ele. Foi onde não deu muito certo.

Daniel armando na frente com Michel, Hudson e João Schimidt na cobertura, deixou o time com maior posse de bola, só que no meio de campo. Quando a bola chegava aos atacantes (Kardec e Rogério), esses não possuíam uma boa jogada. O posicionamento errado do Palmeiras na 1ª etapa, fez com que o Tricolor conseguisse ficar a maior parte do tempo com a bola no pé. Quando esse erro foi corrigido pelo Alberto, o time visitante começou a se sair melhor nas jogadas. Jogadores do São Paulo voltaram cansados para a 2ª etapa, a marcação que ocorreu muito bem na 1ª, não foi repetida. Os gols decorreram de erros bobos, mas que acontecem, não podemos crucificar nenhum jogador nessa partida. O primeiro foi gol de contra-ataque e o segundo foi uma felicidade de Robinho.

Entretanto, não foi uma partida para os torcedores desacreditarem (de novo) do time.

São Paulo se saiu muito bem contra o River, além da garra houve muita organização e é assim que Bauza pretende trabalhar. Obviamente que nós, torcedores, não aguentamos mais as zoações e as derrotas nos clássicos e é mais difícil de engolir quando nós jogamos muito melhor que o adversário.

É hora de deixar Bauza trabalhar e arrumar o time para a nossa tão sonhada Libertadores, para isso precisamos apoiar o time. Vimos com o jogo de quinta, que temos potencial para ir longe sim, mesmo com a mídia não acreditando em nós. Com as vitórias na Libertadores, a confiança vem e logo as vitórias nos clássicos também.

cabeçalho millen

Anúncios

2 pensamentos sobre “Tabu em clássicos irrita, mas não desista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s